sábado, 16 de agosto de 2008

Curiosidades sobre Filmes - Don Juan DeMarco

Don Juan DeMarco é um filme que começa extremamente despretencioso e vai envolvendo o espectador até que no final consegue que todos terminem de ver cantando a música tema, mais felizes e mais apaixonados do que quando começaram a ver o filme.

O filme não conta com efeitos especiais fantásticos, nem com uma fotografia de tirar o fôlego ou de qualquer atributo técnico que ajudam a fazer de um filme uma peça inesquecível. Porém ele suplanta tudo com dois elementos: um roteiro incrível e um time de atores capazes de conduzir uma personificação tão maravilhosa de seus personagens que arrebatariam a platéia sem a necessidade de qualquer maquiagem ou figurino especial. Raramente somos capazes de ver um filme como Don Juan DeMarco e o que é pior, a maioria de filmes parecidos com ele e que fazem até sucesso similar, não conseguem mexer no nosso íntimo como este filme. A maioria nos alegra, nos anima e são até bem feitos, mas poucos são aqueles que nos contaminam.

A história do filme gira em torno do relacionamento entre paciente, um homem de 21 anos (Johnny Depp) dizendo ser o famoso amante Don Juan que vai até Nova York para encontrar seu amor perdido, mas, sentindo que não alcançará seu objetivo, tenta se matar. Seu psiquiatra (Marlon Brando) consegue convencê-lo a mudar de idéia e começa a tratá-lo. Entretanto, o paciente possui um romantismo irrecuperável e contagioso, que começa a influenciar o comportamento do médico.

Durante o filme vemos Don Juan tentar convencer seu médico de que realmente é o maior amante de todos os tempos e, aos poucos não só o médico mas todos nós estamos acreditando em sua história, pelo o que é realmente a verdade? O que é real? Se ele tem para si como verdade ser o maior amante da terra, qual o mal terá em deixá-lo pensar assim? Qual o mal em pensar que existe amor em tudo? E nestes questionamentos vamos pensando, assim como o psiquiatra, quando foi que paramos de demonstrar nosso amor e de apreciar a beleza da pessoa amada?

Qual o problema de ser romântico se a melhor coisa que existe no mundo é amar e ser amado?

Com um time de atores de primeira, Depp contracena com Brando no mesmo nível de competência, já demonstrando que seria um dos maiores atores de sua geração. Ambos os atores apresentam interpretações tão carismáticas e envolventes que dificilmente serão esquecidas por quem ver o filme.

Don Juan DeMarco recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Canção Original ("Have You Ever Really Loved a Woman") e 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Trilha Sonora e Melhor Canção Original ("Have You Ever Really Loved a Woman").
Com um orçamento de US$ 25 milhões, conseguiu a proeza de arrecadar mais de US$ 65 milhões nas bilheterias de todo o planeta e que continuará perpetuar seu romantismo a quem se atrever vê-lo.



"Um ótimo filme, excelente para quem está amando e melhor ainda para quem esqueceu de demonstrá-lo."






Créditos: http://www.movieguide.com.br/filme.view.php?id_filme=299&PHPSESSID=4c14a62524292ea16a27034bc289b89e

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...